Tô chegando...

4 de jul de 2012

30/60... Hoje o dia é de saudades!

Bom dia...
Amores obrigada pelo carinho e compreensão de vocês...

Estamos na metade do desafio... Trinta dias já se foram... Graças a Deus!

Ontem meu dia foi tenso, estava triste, passei o dia inteiro com dor de cabeça... Cheguei em casa e me esbaldei com meus amores, rs. Brinquei com meu filho...
Comemos pizza, aqueles momentos familia que todos amamos... Sem peso na consciência, gente magra também come pizza! rs

Semana passada compartilhei com vocês a alegria de comemorar o níver do mei pai...

Hoje venho compartilhar outra coisa... A exatamento um ano, perdi meu segundo pai, meu sogro... Sou casada há 10 anos e desde que namorava meu marido meu sogro me tratava como filha... No dia do meu casamento ele disse que não estava perdendo um filho e sim ganhando mais uma filha e assim ele me tratou durante todos os dias dos anos que pude passar ao seu lado...

Pensem em um homem bom, agora multipliquem por milhões de vezes, esse era ele... Se fosse necessario tirava a roupa do corpo para dar a quem precisasse...

Ele tinha problemas cardiácos, pressão alta e teve dois AVCs... Foi duro, passamos mais de um mês nos revesando para cuidar dele no hospital mais iamos com prazer, nunca foi um peso, nem um fardo... Fazia com amor...

Da ultima vez que ele ficou internado por conta do AVC ele passou mal no hospital e quem estava com ele era eu... Gente é muito doloroso olhar nos olhos de alguém que se ama e ver um vazio, ver que aquela pessoa não te reconhece...
Ele era muito forte e se recuperou, evoluiu rápido, sem sequelas, uma noite eu estava com ele no hospital, já perto de receber auta e acordei de madrugada com ele me cobrindo com um lençol... Eu tive que rir, eu estava ali pra cuidar dele e ele estava preocupado comigo...

Foi pra casa... Ainda tivemos aproximadamente um ano com ele depois dos AVCs, tinha crises por conta do coração, da pressão, tomava seus remedios... Ficava bravo com agente porque não deixavamos ele sair sozinho...

Dia 04/07/2011, uma segunda feira... Quando cheguei em casa tinha uma ambulância do SAMU na porta, pensei que ele tinha passado mal mais estava bem ai encontrei uma prima do meu marido na esquina com rosto abatido, de choro e ela me disse que ele tinha falecido... Meu chão se abriu... Nunca tinha sentido uma dor assim... Foi morte súbita... Em casa...
Graças a Deus, hoje posso dizer que sim foi graças a Deus ele estava sozinho... Foi questão de minutos, ele nunca ficava sozinho... Minha cunhada tinha ido buscar os meninos na escola, gente eu juro foi uma coisa de 20 minutos, deixaram ele bem em casa, não estava sentindo nada, estava numa fase boa... Sem muitas crises... Quando chegaram ele estava caído na copa, o primeiro a entrar e ver foi meu filho e gritou que o Papai Chico, como ele chama, tinha caído... Foi aquela loucura, como podem imaginar...
Os médicos disseram que não tinha o que fazer, mesmo que todos estivessemos em casa, nada poderia ter sido feito e sim teria sido muito pior, ele teria morrido nos braços de um de nós...

Minha sogra passou mais de um mês para conseguir entrar em casa, dormir novamente na casa deles, afinal foram 39 anos de casamento... Ela perdeu um pedaço dela... Meu marido e a irmã sofreram absurdo, eles eram muito, mais muito apegados... Os netos... Foi muito duro e ainda é, sempre falamos que o tempo cura... Não acredito nisso, acho que meio que adormece...

Meninas desculpem mais ta doendo muito e eu precisava desabafar... #lágrimas... muitas...
Hoje não garanto muitas visitas... Não sei como vai ser o dia... A vida continua, parece normal mais não tem um dia da minha vida que não me lembre dele, a saudade dói... Parece que foi ontem... Preciso parar de escrever pra ver se consigo parar de chorar... Ta doendo muito...

Beijos e me desculpem...

15 comentários:

kelen disse...

Oh amiga sinto muito pelo seu sogro
Doí mesmo , imagino sua dor e da sua família que Deus conforte o coração de vcs , porque nessas horas é só Deus mesmo ...
Bjkas fica com Deus

Fernanda disse...

Amiga a gente só sente saudades de quem foi importante e de quem amamos muito...chore afinal é bom soltar sua emoção...Bjos e sinto pelo seu sogro mesmo!!!

Ívian Ferreira disse...

Amiga, é compreensível esse seu sentimento, perder uma pessoa querida e amada assim seme sperarmos quando ela já esta melhor de saude é muito ruim, realmente a dor é gigante mesmo. Nós compreendemos. Que Deus conforte o coração de vocês, já fez um ano, mas sabemos que a ausencia ainda é sentida por todos vcs.

Tenha um bom dia minha querida.

Bjs

. Senhorita Alface . disse...

Oie muito obrigada pela sua visita e suas dicas! To precisando muito de apoio pra conseguir mudar!
Sinto muito pelo seu sogro! Que Deus conforte o coração de vcs!

Beijo grande!

Lilian disse...

... o tempo conforta... fica bem!

Fátima Duarte _ Na luta Contra a Balança! disse...

Oi Esrtrela...é muito duro mesmo, tbm perdi meu sogro, até te falei, em novembro e sei o quanto é dificil...que Deus possa confortar o seu coração e o da sua família...essas coisas são muito dolorosas...o meu sogro passou mal, teve uma parada cardiaca no dia da festa de 1 ano da minha filha...até hj penso como ele era bom, porque o próprio médico falou que não sabe como ele conseguiu tornar...ele tornou e disse pra gente que era para dar continuidade a festinha...no outro dia ele voltou para uti e não saiu mais de lá...foi muito marcante para nós... muito mesmo...penso q quando ele chegou no céu pediu a Deus permissão pra voltar pra q pudessemos comemorar o 1º ano da vida da nossa filha, que sonhamos tanto...meu sogro tbm era um grande homem e não há como falar dele sem doer o coração e sem a lágrima nos olhos...entendo perfeitamente o q vc está sentido...força e fé...e agradecer a Deus pelos grandes homens que tivemos a oportunidade de conviver...Bjos, fka com Deus.

dea martinez disse...

É bem difícil perder alguém que a gente ama, principalmente quando esse alguém se comporta como pai... mas a vida é assim mesmo. Beijos, fica com Deus

Giovanna disse...

Oi brilhosinha vc me fez chorar. So quem perdeu alguem que muito amava sabe a dor que vc esta sentindo.que deus console seu coracao.um beijo enorme gi

Roh Jardim disse...

Saudade dói!
Mas Deus tem algo reservado para nós com certeza
Fique bem flor
bju
http://mundorohsa.blogspot.com.br

Gi disse...

Nestas horas temos que orar, que Deus de a vocês muita força e consolo, e tenha certeza que onde ele estiver esta torcendo por vcs!!!
Pense sempre nos momentos bons e chore, pois ajuda a limpar a alma.
Bjs e não precisa pedir desculpas não amigas são para isso, chorar e rir juntas.
Gi
novojeitodeviver

Ella disse...

Imagino o qnt sofram, mas infelizmente a morte faz parte da vida, é a parte mais triste. Ficam as lembranças e a felicidade de poder ter convivido tanto tempo com uma pessoa cheia de valor. Quantas pessoas não tem um único pai decente na vida, tu tem dois, é uma bênção... O importante é que ele sempre viveu cercado de amor! Um grande beijo e força, querida!

COMEDORA COMPULSIVA ANONIMA
http://ccabstinente.blogspot.com.br

Fabi Lange Brandes disse...

chore, não fique engolindo isso que sente querida... desejo que Deus te conforte e te ilumine
beijo

Linda disse...

Oh amiga... o que eu posso te dizer num momento desses sem ser clichê?
Infelizmente a morte faz parte da vida. infelizmente mesmo porque apesar de morrer ser tão natural quanto nascer, jamais me acostumarei com a ideia de conviver com as pessoas, aprender a amá-las e vê-las partir para sempre.
Não é justo. Eu sei que não é.
Chore mesmo, faz bem.
Um abraço forte!

Cคмเlค disse...

desabafar faz bem ... daqui a100 anos vc sentira a mesma dor .. e algo que não se acaba ... sempre queremos quem amamos por perto .. e normal .. sei bem o que e isso .. beijos sua linda.

Mel disse...

O minha amiga.. que isso , nao tem que pedir desculpas por nada.
Eu imagino como esteja sendo dificil pra vc. Perdi um avô que sempre foi mais que meu pai.. igualmente bondoso, gentil, carinhoso...

Posso te garantir que a dor, um dia passa, mas a saudade, essa é eterna.

Que Deus conforte seu coração e o de sua família.

O BEIJO!